Mapa do site
Adicionar aos Favoritos
     Home   |   Digital Signage Info   |   Blogs

Tutorial 1 - Conceito
Tutorial 2 - História
Tutorial 3 - Aplicações
Tutorial 4 - Benefícios e
Vantagens
Tutorial 5 - Modelos de
Negócios
Tutorial 6 - Componentes
do Digital Signage
Tutorial 7 - IPTV & WEB TV
Links Interessantes
Livros e Publicações

IPTV & WEB TV

IPTV & WEB TV
IPTV  Internet Protocol Television. e WEB TV,  World Wide Web Television  são  expressões do conceito de convergência multimídia: voz, vídeo e dados.  Há duas linhas básicas no processo de enviar sinais de televisão sobre uma rede de dados IP :IPTV e WEB TV e são as vezes confundidos. Embora ambos IPTV e WEB TV baseiam-se no mesmo ambiente de  tecnologia IP para transmitir vídeo, usam plataformas diferentes , IPTV é similar ao tradicional tv a cabo, tv por satélite e tv aberta  transmitida pelo ar, onde há uma programação continua dos canais e usa uma rede privada, dedicada, gerenciada e operada por provedores de serviços IPTV, com garantia de qualidade para transmitir e entregar conteúdos aos consumidores. WEB TV  por outro lado usa a internet pública para entregar conteúdos de vídeo ao usuário final, geralmente envolve transmissão de conteúdos selecionados de forma discreta vistos  em displays conectados a um computador.

 

 

WEB TV / INTERNET TV / TV NA INTERNET
O processo de enviar sinais de televisão sobre uma rede IP conhecida como WEB TV, INTERNET TV, ou também TV NA INTERNET, além do conteúdo ser visto principalmente em um computador conectado a internet pública para assistir programas e canais de tv , envolve a realização de downloading selecionando um vídeo em uma localidade da Internet, tipicamente um website ou streaming de vídeo  e esta definição pressupõe o tráfego de conteúdo através da Internet pública, numa infra-estrutura que poderá incluir ADSL, WI-FI, tv a cabo e satélite, sem garantia de qualidade de serviço, podendo haver pausas ou interrupções no envio do conteúdo. A maioria dos conteúdos do WEB TV são disponíveis para o telespectador selecionar o que ele quer assistir no momento mais conveniente e os arquivos de vídeo são relativamente curtos.

 

 

IPTV / TELCO TV / TV OVER BROADBAND.
Oprocesso de enviar sinais de televisão sobre uma rede IP conhecido como  IPTV, as vezes referidos também como TELCO TV  ou até TV over BROADBAND consiste em o conteúdo ser enviado apenas em streaming, porém com controle e garantia de qualidade na entrega, ofertando serviços de tv pelas operadoras de telecomunicações utilizando uma plataforma IP convergente numa infra-estrutura de rede fechada, privada de maneira que estes serviços sejam comparáveis aos oferecidos pelas operadoras de tv a cabo e tv por satélite. IPTV  é projetado para enviar fluxos de programas de vídeo para cada telespectador. Estes fluxos são contínuos. Cada telespectador pode selecionar um fluxo que ele quer ver. Permite entrega de áudio e vídeo com altas qualidades e depende de uma conexão banda larga. IPTV contempla os serviços de vídeo unicast e multicast . Para o usuário residencial, IPTV é freqüentemente ofertado conjuntamente com os serviçõs : VÍDEO sob DEMANDA(VoD), acesso  a Internet e VoIP(Voz sobre IP). O pacote de serviços IPTV, VoIP e acesso a internet é referido como triple play (voz + acesso a internet + tv). Há uma banda destinada para Internet e uma banda exclusiva para o IPTV. A banda destinada ao IPTV não interfere na banda de Internet, são independentes. No usuário é necessário um aparelho IP-STB, IP Set-Top-Box  conectado a um display de televisão e há a possibilidade de serviços interativos aproveitando-se da capacidade e da natureza bidirecional das redes banda larga. Devido ao fato dos canais de IPTV poderem ser roteados através de uma rede de dados como a Internet, isto viabiliza aos provedores de serviços IPTV poderem ofertar uma  grande quantidade de canais, dezenas, centenas.
 

DOWNLOADING
Downloading é o processo de transferir um programa ou dados de um computador servidor para outro computador. Downloading se refere normalmente a recuperar, salvar um arquivo completo de um WEB site para outro computador. Fazer o downloading de  um filme requer a transferência e armazenamento do arquivo completo para um hard disk ou outro tipo de memória de armazenamento para posterior reprodução. Uma das vantagens do downloading é que a taxa de transmissão pode variar e operar a qualquer velecidade. A desvantagem é que é necessário esperar até que o arquivo seja transferido entes de que seja possível visualiza-lo.

STREAMING
Streaming é o processo que proporcina um continuo fluxo de informações que é normalmente usado para transmitir conteúdos de áudio e vídeo com mínimo atraso. Sinais de Streaming são normalmente comprimidos e codificados através de códigos de proteção de erros. Permitindo ao receptor fazer armazenamento temporário, descompressão e colocar as informações na seqüência correta para ser apresentado em um display.  Streaming possibilita a visualização do vídeo antes que o arquivo completo do  conteúdo tenha sido transferido.

UNICAST
Transmissão unicast é a conexão para transferir dados para somente um cliente, é o endereçamento de um pacote feito a um único destino, ou seja, em comparação com o multicast, a entrega no unicast é simples, ponto-a-ponto.

MULTICAST
Transmissão multicast é a conexão de um para vários. Processo que manda uma mensagem ou transmite informações que contém um endereço e permite a distribuição para vários receptores. Capacidade da rede de replicar, em certos pontos, os dados emitidos por uma fonte para um grupo restrito de usuários. Multicasting significa mandar o mesmo pacote IP para um grupo de vários computadores em uma rede e a entrega de informação para múltiplos destinatários simultaneamente. Quando a entrega é para todos os pontos de uma rede chama-se broadcast.

BROADCAST
IP broadcast significa mandar o mesmo pacote IP para todos os computadores da rede.
Capacidade da rede de replicar os dados emitidos por uma fonte para todos os usuários da rede.

VoD – Vídeo on Demand
Vídeo sob demanda é a entrega de conteúdos de vídeo sobre uma rede IP banda larga para um telespectador individual que requisitou para si próprio no horário de sua escolha. É um serviço de streaming de vídeo unicast, fluxos de vídeos individuais a clientes. O cliente obtém um certo conteúdo na hora que quiser. Cada requisição é tratada de forma individual. O cliente escolhe o que assistir e quando. Os usuários podem requisitar acesso individual a servidores de vídeo, repositórios de imagens ou filmes.

IP Set Top Box (IP STB)
Um IP Set Top Box é um dispositivo eletrônico que adapta os dados empacotados da rede de dados IP, componente da camada de serviço que realiza a interface entre o sistema de IPTV com o usuário e os aparelhos de exibição de conteúdo, os displays: televisores, plasmas, LCDs, etc.Este aparelho converte os sinais IPTV   da rede de banda larga em sinais para que possam ser vistos em uma televisão, decodificando e criando os controles necessários entre o sistema  IPTV  e uma televisão.Um IP STB é basicamente um mini computador dedicado o qual contém somente o software e hardware necessários para converter e controlar os sinais IPTV. Localiza-se nas dependências do usuário.

 

 

EVOLUÇÃO DA DISTRIBUIÇÃO DOS CONTEÚDOS EM SISTEMAS DIGITAL SIGNAGE

MÍDIA IMPRESSA & POSTERS

A distribuição de propaganda para lojas ou outras localidades evoluiu dos tradicionais posters impressos onde a remessa era feita de forma física e no destino alguém se encarregava de colocar as propagandas nos lugares certos.. Usando displays eletrônicos no lugar de mídia impressa permitiu uma maior dinâmica para levar informações para os consumidores com muito mais opções na distribuição de conteúdos.



VIDEO CASSETE  E TV CONVENCIONAL

No início a maneira usada para distribuir a mídia eletrônica era mandar a fita VHS para as lojas. Processo de distribuição física usando um videocassete e tv convencional. Os conteúdos eram curtas mensagens que se repetiam nas tvs e devido a mecânica dos videocassetes  após algum tempo há o desgaste mecânico, a qualidade do sinal  decresce até a necessidade de troca.



DVDs PLAYERS e TV CONVENCIONAL

O uso de DVDs players proporcionou uma grande melhora já que os conteúdos dos discos DVDs podem ser repetidos indefinidamente sem perda de qualidade e são mais fáceis de repetirem as mensagens publicitárias sem a necessidade de rebobinar, além da mídia ser menor e o sistema de mais fácil manutenção.



DIGITAL MEDIA PLAYERS

O uso do computador somente como um media player levou a um computador dedicado, precursor do digital media player. Os conteúdos dos DVDs eram apenas arquivos e que poderiam ser reproduzidos como playlist de acordo com as escolhas onde os conteúdos, áudio, vídeo e dados eram formatados em arquivos padronizados de dados e armazenados em uma memória. Digital media players são computadores dedicados que reproduzem arquivos de maneira flexível, podem usar arquivos de imagem menores, animação, arquivos de áudio ou clips de vídeo feitos em quase qualquer formato, editados para reproduzir como desejado, ideais para reproduções repetitivas.
A distribuição de conteúdos  em dispositivos de memória de armazenamento como CDs, DVDs, memórias FLASH (pen drive, SD memory) é quase similar a distribuição de impressos de propaganda ou posters ou outros impressos comerciais em papel. É preciso ter alguém, uma pessoa na loja para fazer o trabalho de pegar o conteúdo e colocar no Digital Media Player para reprodução quase que da mesma forma que é feito com os impressos de propaganda ou posters.



DISTRIBUIÇÃO BASEADA NA INTERNET

O próximo passo na lógica da evolução em sistemas Digital Signage era achar uma maneira para distribuir os conteúdos mais facilmente. Uma maneira que não exigia duplicação e distribuição física de conteúdos. Redes de dados e Internet eram as soluções óbvias e neste caso apareceu a alternativa usando o conceito de  WEB TV  e a outra alternativa usando o conceito de IPTV.







EDGE SERVER
EDGE SERVE é um  servidor local que recebe conteúdos de um computador central gerenciador de todo o sistema e serve como um centro de armazenamento de conteúdo em uma loja ou outra localidade onde há um grande número de Digital Media Players.
Em uma rede de banda larga onde opera um sistema Digital Signage em larga escala com muitas localidades geograficamente dispersas e em cada localidade com muitos Digital Media Players há muito tráfico e uma das maneiras de melhorar o desempenho do sistema é ter um servidor local para aumentar a eficiência deste tráfico. Um Edge Server proporciona armazenamento dos conteúdos no local para ser usado por qualquer Digital Media Player do local, desta forma somente um computador teria que se comunicar com o servidor central facilitando o gerenciamento e controle do sistema. Muito do tráfico fica restrito a rede local ao invés de ficar na rede de Internet externa,  ficando também menos sensitiva a problemas de conexão a Internet banda larga uma vez que se o conteúdo já estiver no servidor local até uma nova atualização dos conteúdos os Digitais Media Players seriam alimentados independentes da conexão externa.



COMPRESSÃO DE VÍDEO
Sinais de vídeo usados em sistemas IPTV e WEB TV são sempre comprimidos. Comprimir significa reduzir o número de bits necessários para representer uma imagem de vídeo. Esta é uma importante questão, porque escolher um apropriado método de compressão pode as vezes ser a diferença entre sucesso e fracasso e falhas e qualidade no projeto .
A continuar.......

 

 

  



Todos os direitos reservados © Portal Digital Signage